28 jul 2014

Saiba como se qualificar para ter uma carreira de sucesso

Está preocupado com sua carreira? Tem medo de se sentir estagnado profissionalmente? Se sua resposta foi sim para as duas questões acima, fique de olho nas dicas que o blog Jovem Executivo separou hoje. São receitas praticamente infalíveis para quem deseja dar uma guinada, sair do marasmo e curtir novas experiêncas no mercado.

1 – Idiomas
Em um mundo cada vez mais globalizado, falar um segundo idioma, além do português, é praticamente uma obrigação. Separe um tempo de sua semana para aprender inglês, espanhol ou outra língua que possa abrir oportunidades em sua área de atuação. Se você quer entrar no setor automotivo, alemão pode fazer a diferença. Se seu desejo é investir no setor portuário, arrisque-se no mandarim. Gosta de área de confeitaria? Invista no francês.

2 – Cursos
Se seu tempo é escasso ou a grana está curta demais, fique de olho nos cursos de curta duração, que duram um mês ou, acredite, apenas um final de semana inteiro. Além de conhecer novas técnicas e acrescentar algo novo tanto para seu currículo quanto para sua rotina de trabalho, esta é uma excelente oportunidade para conhecer novos profissionais e ampliar a tal rede de contatos que todo empregador gosta de apontar como algo fundamental na hora de contratar novos funcionários.

3 – Exterior
Essa parte é, notadamente, a mais complicada. Exige paciêcia, planejamento e sangue frio, pois é preciso arriscar a sorte. Mas, em geral, quem consegue realizar o sonho de estudar fora do Brasil não se arrepende da opção. Se você realmente não vê um jeito de deixar nosso país por um bom tempo, tente ao menos investir em cursos que durem o tempo de suas férias. Que tal aprender espanhol em um intensivão de 15 dias na América do Sul ou na própria Espanha? Ou correr atrás das novidades do mercado em 20 dias nos Estados Unidos?

4 – Multifuncionalidade
Por mais que alguns insistam no conceito de que pão é pão, queijo é queijo e batata é batata, o mercado profissional não busca trabalhadores especialistas em apenas um campo de atuação. A multifuncionalidade se faz cada vez mais necessária, ainda mais em tempos de quadros enxutos e cortes de gastos. Se você sabe tudo de humanas, por que não aprender um pouco de exatas? Se lida com informática, por que não ter mais contato com o público? Pense nisso.

Deixe seu comentário