01 out 2012

Mercado aquecido para bacharéis em Ciências Contábeis

Perceber novas oportunidades é a chave do sucesso, garante a coordenadora da graduação em Ciências Contábeis da ESAGS

Campo de atuação é amplo para profissionais

A presença de contabilistas nas empresas independentemente do porte é imprescindível. O ambiente de negócios é cada vez mais dinâmico e exige constante e rápida atualização dos profissionais, sobretudo para os que estão à frente da tomada de decisões. Prova disso são as mudanças introduzidas pela Lei nº 11.638/07.

A Escola Superior de Administração e Gestão (ESAGS) entende que os novos profissionais precisam estar preparados para as oportunidades e devem saber lidar com a complexidade do ambiente de negócios. Para isso, abre no próximo Vestibular 2013 a nova Graduação em Ciências Contábeis, que apresenta proposta diferenciada: formar profissionais com postura gerencial e preparados para assumir cargos de gestão e liderança.

“O profissional que atender às novas demandas do mercado de trabalho, for capaz de apresentar soluções sustentáveis aos problemas, perceber novas oportunidades e tiver ideias inovadoras para questões contábeis serão mais bem sucedidos na carreira”, afirma Patrícia dos Santos Vieira, coordenadora de Ciências Contábeis na ESAGS.

Programação
Ao longo dos quatro anos de curso, o aluno poderá vivenciar as disciplinas que o tornarão apto a atuar em diferentes campos de atuação da Contabilidade, desde a chamada Contabilidade Financeira à Perícia Contábil. Além disso, atividades complementares endossarão o aprendizado em sala de aula, como a prestação de serviços à Comunidade.

“Os alunos formarão equipes multiprofissionais e interdisciplinares para atuar com membros de grupos sociais, empresas, escolas e instituições sociais não se restringindo à temática econômica estrita, e sim buscar a identificação de problemas, desenvolvendo análises e propondo soluções”, garante Patrícia.

Amplo campo de atuação
Os bacharéis em Ciências Contábeis têm amplo campo de atuação. Os profissionais podem trabalhar nas áreas fiscal, pública, controladoria, perícia contábil, financeira, ambiental e social, além de auditoria, um dos setores que mais absorvem contabilistas.

“O contador desempenha papel essencial na tomada de decisões, gerando informações que viabilizam uma escolha acertada entre produzir internamente e terceirizar, captar recursos com as instituições financeiras e abrir o capital, de modo a maximizar o valor da entidade.” finaliza Patrícia.

Deixe seu comentário