27 mai 2013

Lei exigirá nível superior para contadores em 2015

A partir de 1º de junho de 2015, o Técnico em Contabilidade não poderá mais assinar as demonstrações contábeis

A partir de 2015, quem quiser atuar na área contábil deverá, obrigatoriamente, cursar a faculdade de Ciências Contábeis. É o que consta na Lei nº 12.249/2010, que promoveu alterações ao Decreto-lei nº 9.295/1946, que regulamenta a profissão contábil no Brasil.

Os dados são do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRC/SP), que informa ainda a exclusão da atual função do técnico contábil. Para esse grupo, a licença está prevista até 1º de junho de 2015. Após essa data será exigido o diploma do ensino superior.

Outra novidade determinada refere-se a um exame de suficiência para que os formados possam tirar o registro profissional. O teste terá 50 questões alternativas e o candidato precisará acertar 50% da prova.

Novo perfil
Com as mudanças, o coordenador do curso de Ciências Contábeis na ESAGS, professor Carlos Alberto Santos Silva, acredita que o mercado, em fase de grande crescimento, exigirá profissionais muito mais completos e preparados para grandes desafios. “A graduação oferece, na prática, um conhecimento mais aprofundado das atividades que o profissional exercerá, uma vez que o aluno estudará tributos e novas alterações que impactam diretamente as empresas”.

Segundo o professor, a presença de contadores nas empresas tornou-se imprescindível. “Isso porque as características principais da área contábil são centralizar e divulgar informações”.

Vale destacar que bacharéis em Ciências Contábeis têm amplo campo de atuação e podem atuar em áreas fiscal, pública, controladoria, perícia contábil, financeira, ambiental e social, além de auditoria, um dos setores que mais absorvem profissionais.

3 comentários

  1. thayy disse:

    E quem cursa o técnico, caso não consiga passar no exame de suficiência, ficarão como?

  2. Edson Mussoline disse:

    De acordo com a Lei Nº1249/2010 traz alterações significativas ao Decreto-Lei n.º 9.295/46, os profissionais da Contabilidade somente poderão exercer a profissão após a regular conclusão do curso de Bacharelado em Ciências Contábeis, reconhecido pelo Ministério da Educação, sendo que para obter o registro no Conselho Regional de Contabilidade de sua abrangência terá que ser aprovado em Exame de Suficiência.
    Outra alteração é a extinção de emissão de diplomas para os Técnicos em Contabilidade a partir de junho de 2015, aqueles já registrados em Conselho Regional de Contabilidade, ou que venham a fazê-lo até 1º de junho de 2015 têm assegurado o seu direito ao exercício da profissão
    quando a máteria informa:
    “A partir desse ano, o Técnico em Contabilidade não poderá mais assinar as demonstrações contábeis”
    está incorreta a informação pois os profissionais registrados até aquela data poderão exercer suas atividades normalmente conforme as prerrogativas da lei.

  3. DHIÓRGIA disse:

    EU COMO BACHAREL EM CIENCIAS CONTÁBEIS ASSINO EM BAIXO……

Deixe seu comentário