18 jun 2013

Investir em cursos de especialização é um diferencial

De acordo com a Fecomercio, a diminuição da oferta de vagas leva setor a buscar trabalhador mais preparado

Dados da Federação do Comércio (Fecomercio) revelam que mais de 76 mil postos de trabalho foram fechados no comércio varejista de janeiro a abril deste ano. De acordo com a assessoria técnica da Fecomércio, essa retração se deve ao ritmo mais lento de crescimento do setor, que vem acompanhando o baixo desempenho do Produto Interno Bruto (PIB).

A tendência para os próximos meses é de que o ritmo de contratação desacelere. Segundo a Federação, os varejistas estão reduzindo cada vez mais suas expectativas quanto ao crescimento das vendas, em linha com a demanda dos consumidores, que vem caindo há alguns meses em função dos impactos das alta da inflação, principalmente dos alimentos.

À medida que as oportunidades de trabalho se reduzem no setor do varejo, aumenta a necessidade de qualificação profissional. De acordo com a Fecomercio, a profissão de vendedor – ou alguns postos no varejo – são muitas vezes vistos como porta de entrada no mercado de trabalho pela qual se passa sem nenhuma qualificação. No entanto, investir em cursos de especialização continua sendo um diferencial tão importante quanto saber onde se quer chegar.

Informações e texto: Estadão.

Deixe seu comentário