02 jul 2013

Idiomas: invista em você

Entenda por que falar um outro idioma é essencial para a sua carreira

Já é de conhecimento de todos que falar um segundo idioma é muito mais do que um adicional no seu currículo, é um requisito essencial para todo profissional. Em cargos gerenciais, é possível aumentar o salário em até 50% caso o profissional tenha uma segunda língua.

Muitas pessoas, equivocadamente, veem somente a copa do mundo como motivo para fazer tal investimento. Porém, a necessidade vai muito além de receber turistas. Você já pensou quantas oportunidades estão aí fora esperando por você? Ter uma certificação internacional, estar apto a fazer cursos no exterior, conseguir bolsas de estudos, obter uma posição estratégica em uma empresa e ter um bom networking internacional são somente alguns dos diversos fatores que podem alavancar a sua carreira.

Para os profissionais do momento globalizado em que estamos, qualificar-se com cursos na própria área de atuação, passa a ter tanta importância quanto falar um segundo e até mesmo um terceiro idioma. Há alguns anos as empresas contratavam bons profissionais e investiam neles, pagando um bom curso de idiomas. Esse panorama mudou. Hoje em dia as empresas se interessam por quem está melhor preparado. Ter funcionários aptos a estabelecer negociações comerciais com outros países traz um maior respaldo para as empresas.

No mercado atual não há a necessidade de seguir o antigo padrão de aprendizado. Hoje em dia é possível frequentar aulas customizadas para a sua área de atuação e foco profissional.

Isso é uma novidade bastante positiva para aqueles que tiveram experiências frustrantes em escolas de idiomas. Fatores como: cursos longos, turmas heterogêneas, horário de trabalho pesado e trânsito difícil são alguns dos motivos que fazem com que o aluno fique desestimulado e desista das tão sonhadas aulas de inglês.

Antes de matricular-se pesquise bastante e pergunte aos amigos sobre as experiências que tiveram onde estudaram. Antes de assinar o contrato, explique qual a sua necessidade, suas frustrações em experiências anteriores e peça que seja esclarecido como serão conduzidas as aulas.

Não deixe de verificar a qualificação profissional do professor. Como no Brasil cursos de idiomas são cursos livres, qualquer um pode dar aulas particulares e em cursos. Certifique-se de que o seu professor esteja apto a atender às suas necessidades.

Leia também: Fluência em inglês ainda é barreira.

Por Debora Carvalho / Administradores.com.br

Deixe seu comentário