11 dez 2012

Estudar no exterior

Procurar universidades e escolas reconhecidas pela qualidade do ensino é uma das dicas na hora de escolher o curso

Para encontrar o programa mais adequado às necessidades, os especialistas dão os seguintes conselhos.

Escola
É preciso se informar sobre a instituição onde se pretende estudar. Se ela for credenciada por alguma entidade internacional ou se estiver localizada dentro de uma universidade, seu renome é maior.

Curso
É importante entender a metodologia usada pela escola, seu programa acadêmico, a carga horária de estudos e as atividades extracurriculares, como visita a museus e passeios.

Professores
Os tutores devem tirar dúvidas. “Quanto mais sênior o executivo, mais experientes devem ser os professores, para que seja possível trabalhar assuntos mais avançados de business”, alerta Fernanda Squarzoni, gerente da Education First, empresa que promove intercâmbio.

Classe
Fique de olho na diversidade de nacionalidades da turma. É recomendável evitar grupos com um número grande de pessoas do mesmo país, para que a interação com os diferentes sotaques e culturas não seja prejudicada. Evite turmas com brasileiros, para não cair na tentação de falar português.

Nível
Obtêm resultados melhores em cursos de imersão no exterior aqueles que já têm um nível pelo menos intermediário do idioma. Para quem sofre com a insegurança na hora de se expressar, os ganhos com esse tipo de curso podem surpreender.

Fonte: Exame

Deixe seu comentário