30 jun 2014

É hora de se despedir do Orkut

O Google vai tirar o Orkut do ar. A data marcada pela gigante de tecnologia é 30 de setembro. Desde ontem, dia 30, usuários não puderam criar novas contas na rede social. Segundo a empresa, será disponibilizada uma ferramenta para os ainda usuários exportarem as informações do perfil, como mensagens e fotos.

Criado em janeiro de 2004,  o Orkut introduziu os brasileiros no mundo das redes sociais. Com perfis que só podiam ser criados a partir de convites, a nova forma de interação logo ganhou adesão no país. No auge, a rede atingiu cerca de 40 milhões de usuários, que adoravam participar e criar inúmeros tipos de comunidades, que nada mais eram que grupos de pessoas falando sobre o mesmo assunto, dos mais simples aos mais bizarros.

Algumas comunidades de sucesso

A comunidade “Eu odeio acordar cedo” possui 6,1 milhões de membros, de acordo com dados disponíveis na página. Ela foi criada em 23 de maio de 2004 e é mantida por sete moderadores. O conteúdo das discussões só pode ser acessado por membros 

A comunidade “Eu amo chocolate!” foi criada em 14 de abril de 2004 e reúne atualmente mais de 3,6 milhões de usuários. De acordo com a descrição, o grupo foi criado para trocar experiências e receitas que incluem chocolate

O grupo chamado de “Te Incomodo?? Que peeena!!!” reúne 4,2 milhões de usuários. A comunidade foi criada em 8 de abril de 2005 e permite que os usuários reclamem on-line sobre pessoas que se incomodam com o sucesso dos amigos

A comunidade reúne 3,5 milhões de usuários atualmente e foi criada em 18 de março de 2006. Na descrição, o moderador afirma que a comunidade foi criada para as “pessoas que não vieram a este mundo somente a passeio” e acreditam que “sua presença na Terra deve ser marcante”

Porém, apesar de tanta criatividade, a falta de investimento em melhorias na rede e a ascensão do Facebook, acabaram empurrando o Orkut ladeira abaixo.

Para preservar a memória do site que ajudou a alçar o Google à liderança da internet brasileira, parte do conteúdo das tradicionais comunidades será preservado, mantido de forma estática, como uma espécie de museu do serviço, a partir do final de setembro.

Manifesto - Os fãs brasileiros do Orkut reagiram rápido à notícia de que o serviço será descontinuado daqui dois meses. Três horas depois do anúncio feito pelo Google, já existia na internet uma petição pedindo sobrevida ao serviço. Até a publicação deste texto, mais de 37 mil pessoas haviam assinado o documento, que deverá chegar às mãos da empresa americana.

“Poderá ser encerrada uma importante ferramenta de fóruns de nicho, onde são preservadas informações úteis sobre os mais diversos temas. Precisamos nos mobilizar para salvar o Orkut. Ou ao menos a sua principal utilidade: as comunidades e sua organização de fóruns. Vamos mostrar ao Facebook, Twitter e ao insosso Google+ que VAMOS SOBREVIVER”, defende o texto publicado na comunidade Avaaz.

Como salvar seu perfil - De acordo com o Google, os usuários existentes poderão exportar seus álbuns de fotos para o Google+, outra rede social da companhia, até 30 de setembro de 2014. Também será possível salvar, no computador, seus perfis, “scraps” (publicações de outros usuários deixadas na página), depoimentos e postagens usando a ferramenta Google Takeout. Isso poderá ser feito até setembro de 2016.

Quem não quiser que alguma postagem seja arquivada pelo Google deverá excluí-la até 30 de setembro de 2014. Outra opção é apagar todas de uma só vez ao remover o Orkut da conta do Google.

Deixe seu comentário