17 abr 2014

Aproveite o feriadão pra fazer o Imposto de Renda

Feriado é alternativa para quem ainda não enviou declaração à Receita Federal 

Faltando menos de 15 dias para o fim do prazo para entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2014. Portanto, é a hora de correr para garantir a entrega, a melhor restituição e, assim, se livrar de multas. Até o início da semana,  mais de 17 milhões de pessoas ainda não haviam enviado o documento, segundo balanço da Receita Federal que deve ser atualizado hoje. A expectativa é que 27 milhões de contribuintes prestem contas ao Fisco neste ano.

Se você não for viajar nos próximos feriados de Páscoa e Tiradentes, a dica é aproveitar a folga para elaborar com calma o material. É que como a entrega está baixa, quem deixar para os últimos dias pode ter complicações. Importante lembrar que o prazo final é  30 de abril, às 23h59. A multa mínima para o contribuinte que não entregar até esta data é de R$ 165,74. A máxima é de 20% do imposto devido.

Como ainda tem um tempinho, a dica é analisar direitinho se é melhor utilizar o modelo completo ou simplificado. Na declaração completa podem ser utilizadas todas as deduções legais, desde que comprovadas. É interessante geralmente para quem possui dependentes, altos gastos médicos, com educação e previdência privada. Já a declaração simplificada utiliza o desconto de 20% dos rendimentos tributáveis. Este desconto substitui todas as deduções legais da declaração completa.

Hoje o contribuinte, ao preencher a declaração, já sabe qual a mais vantajosa, pois o próprio programa indica aquela que dará maior restituição. Contudo, é necessário muito cuidado, pois, os comprovantes das despesas deduzidas são imprescindíveis nos dois casos e devem ser guardados por seis anos. Em caso da declaração cair na malha fina, esses comprovantes serão as garantias dos gastos.

Outro ponto positivo de realizar a declaração antes do prazo final é a calma para montagem do material, evitando erros que possam levar à malha fina. Porém, o contribuinte que não conseguir entregar no prazo ainda tem uma alternativa: envie a declaração incompleta e faça uma retificadora o mais rápido possível, assim você se livra de multas.

Precisa declarar o IR em 2014 quem:

Renda
- recebeu rendimentos tributáveis com soma anual igual ou superior a R$ 25.661,70 (valor estimado pelos especialistas, ainda a ser confirmado pela Receita);
- recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.

Ganho de capital e operações em bolsa de valores
- obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos (recebimento de algum valor na venda de bem ou direito), sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e afins;
- optou pela isenção do IR incidente sobre o dinheiro recebido na venda de imóveis residenciais, desde que o valor da venda tenha sido destinado à aquisição de imóveis residenciais no país, no prazo de 180 dias após o contrato de venda.

Atividade rural
- obteve receita bruta anual em valor igual ou superior a R$ 128.308,50 (valor estimado por especialistas, a ser confirmado pela Receita);
- pretende compensar, no ano calendário de 2013, prejuízos de anos anteriores ou do próprio ano-base (supondo que na atividade rural o contribuinte tenha tido prejuízo, esse valor pode ser usado no ano seguinte para ser abatido na base de cálculo do IR)

Bens e direitos
- tinha, em 31 de dezembro de 2013, a posse ou propriedade de bens ou direitos (inclusive terras) de valor total superior a R$ 300 mil.

Condição de residente no Brasil
- tornou-se residente no Brasil em 2013 e continuava na mesma condição em 31 de dezembro de 2013.

Para facilitar sua vida, veja quais são os principais documentos a serem separados para fazer a declaração:

Rendas
1 – Informes de rendimentos de instituições financeiras, inclusive corretora de valores;
2 – Informes de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão, etc;
3 – Informe de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de jurídicas;
4 – Informações e documentos de outras rendas recebidas no exercício (no caso, ao longo de 2013), tais como rendimento de pensão alimentícia, doações, heranças recebida no ano, dentre outras;
5 – Resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do Carne Leão;
6 – DARFs de Carnê Leão;

Bens e Direitos
1 – Documentos comprobatórios de compra e venda de bens e direitos;

Dívidas e ônus
1 – Informações e documentos de dívida e ônus contraídas e/ou pagas no período;

Renda variável
1 – Controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto;
2 – DARFs de renda variável;
Esses documentos são indispensáveis para o cálculo do Imposto de Renda sobre renda variável.

Informações gerais
1 – Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;
2 – Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento deles;
3 – Endereço atualizado;
4 – Cópia da última declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) e do recibo de entrega;
5 – Atividade profissional exercida atualmente

Pagamentos e doações efetuadas
1 – Recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano de saúde ou seguro saúde, com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente;
2 – Despesas médicas e Odontológicas em geral, com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente;
3 – Comprovantes de despesas com educação, com CNPJ da empresa emissora e indicação do aluno;
4 – Comprovante de pagamento de plano de previdência privada, com CNPJ da empresa emissora;
5 – Recibos de doações efetuadas;
6 – Guias com recolhimento do INSS patronal, pago a empregado doméstico, e cópia da carteira profissional de empregado doméstico;
7 – Comprovantes oficiais de pagamento a candidato ou partido político;
Quando se tratar de declaração conjunta com dependente (esposa, filhos), também é necessário a apresentação da relação de documentos acima referente a eles.

1 comentário

  1. Dilly disse:

    Real brain power on dialspy. Thanks for that answer!

Deixe seu comentário